Despesas de Custeio

1- RECURSOS HUMANOS

São três as categorias de contratação de (pessoal) recursos humanos e a forma de contratação está condicionada às atividades a serem executadas, a duração, a subordinação, especialização etc.

 

A-) Contratação de Pessoal em regime da CLT
Os profissionais que exerçam atividades sob subordinação, com remuneração fixa e jornada definida, deverão ser contratados no regime Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e obedecendo à legislação específica. Esta legislação estabelece critérios rigorosos sobre documentação, jornada de trabalho, salários compatíveis com a função, goza de férias, 13º salário, verbas rescisórias etc.
Deve-se entrar em contato com a CCP para maiores esclarecimentos.
B-) Contratação de Pessoal Autônomo
É considerado prestador de serviços autônomo o profissional que presta serviços de natureza eventual, de curta duração, sem subordinação, sem controle de jornada ou cumprimento de normas impostas unilateralmente. Deve-se acrescentar no valor bruto pretendido da remuneração 20% de INSS patronal. Nesta categoria de contratação o pagamento deve ser aplicado somente para atividades com Especialidade Técnica, não podendo ser de cunho administrativo.
Deve-se entrar em contato com a CCP para maiores esclarecimentos.
C-) Contratação de Pessoal Estagiário
O estudante deve estar regularmente matriculado em curso vinculado ao ensino oficial de nível médio, técnico profissionalizante ou superior. As atividades a serem realizadas pelo estagiário devem ser compatíveis com sua formação acadêmica.
Deve-se entrar em contato com a CCP para maiores esclarecimentos.

 

2- DIÁRIAS

Em alguns casos se adota os valores da tabela da Fundunesp. Os valores mudam de acordo com a localidade e a função do profisional. Contudo o coordenador do projeto pode adotar outras tabelas que julgar conveniente às necessidades do seu projeto.

 

3- PASSAGENS AÉREA E TERRESTRE

O trecho deve ser especificado corretamente para que o preço da passagem possa ser verificado.

 

4- MATERIAL DE CONSUMO

Exemplo: papel, caneta, cartucho de tinta, lápis, borracha, durex, corretivo, envelope, etiquetas, fita crepe etc. Especificar a quantidade, para possibilitar um orçamento o mais preciso possível e de acordo como o mercado.

 

5- SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA JURÍDICA

Exemplo: contratação de prestação de serviçoes de aluguel de veículos, de equipamentos de informática, de serviços especializados, de seguro etc.

 

Despesas de Capital

1- EQUIPAMENTO E MATERIAL PERMANENTE

Definir e especificar o que será comprado e a quantidade, o valor deve ser atual e orçado no mercado. Exemplo: data-show, TV, vídeo, som, telão, retroprojetor, computador, impressora, livros, mobiliário etc. Observação: no caso de haver importação no projeto, deve-se prever despesas acessórias de importação (despachante, armazenagem, seguro, transporte, impostos, taxas etc). O valor do produto ou equipamento a ser adquirido deve ser acrescido em 20%. Obras e instalações: definir o que será feito e levantar os custos dos serviços realisticamente no mercado.

 

2- FUNDO DE RESERVA OU CONTINGÊNCIAS

É aconselhável colocar um valor a mais, quando possível, de 5 a 10% do valor do projeto, para cobrir eventuais despesas não previstas.

 

3- DESPESA OPERACIONAL E ADMINISTRATIVA

No orçamento deve prever o acréscimo no seu valor total de 10% de despesa operacional e administrativa para a Fundunesp. Observação: outras taxas, por exemplo, para a Unidade, Departamento e Reitoria, quando obrigatórias, devem ser destacadas na composição do orçamento do projeto.

 

 

Dúvidas

Coordenadoria de Convênios e Projetos

Responsável: Prof. Dr. Edson Luiz Furtado

Tel.: (11) 3474-5338